Marreca

A Marreca é uma coelha nativa de Floripa, nascida em 2015, que viveu solta desde sempre em casa e no quintal. Até que em 2017, com uma ano e meio de idade, ela foi encontrada no quarto, deitada e sem mover as patas traseiras, onde o veterinário constatou que ela havia sofrido uma lesão na coluna que a deixou paralisada. A possibilidade de eutanásia foi oferecida diversas vezes, mas nunca foi uma opção. Desde então foram realizados diversos tratamentos, mas sua lesão permaneceu. Não se sabe até agora a razão do ocorrido, mas o que importa é que hoje, após anos do que aconteceu, ela se tornou uma coelha muito mais amável, forte e perseverante, que vibra de ansiedade quando vê sua cadeira de rodas e ama passear na grama e receber carinho como qualquer outro coelho. Hoje viaja com sua família para diferentes estados e se adaptou a ter sempre alguém a cuidando. Em 2019, devido o convívio estreito com pessoas que tornaram seu temperamento extremamente dócil e afetuoso, foi selecionada para trabalhar voluntariamente como coelha terapeuta, realizando atividade assistida por animais para espalhar muito amor, fé e lambidinhas para idosos e crianças que precisam. Ela literalmente atropela todo e qualquer tipo de obstáculo e preconceito, mostrando que apesar de suas pernas não se mexerem, sua coluna ser tortinha e seus rins estarem diferentes, ela mantém uma alma doce, serena e merecedora de todo o amor do mundo.