Relato de tutor: Nem todo ouro do mundo é comparável ao amor que um animal te dá

Bom, começo meu relato contando quando resolvi que pegaria um coelho, atualmente resido em uma cidade (Cuiabá) que não se costumam ter coelho como animal de estimação, no ano de 2018 em Outubro vamos dizer que da noite pro dia senti em meu coração que queria muito um animal de estimação, foi um ano muito difícil para mim no qual passei por muitos momentos difíceis, me sentia pra baixo, não sentia vontade de estar em casa, então numa certa noite daquele mês resolvi que iria ter um coelho, comecei a pesquisar e pesquisar sobre eles porém jamais passou em minha cabeça que se criavam eles como animais de estimação.

Conforme fui pesquisando, fui me apaixonando e foi quando veio a parte mais difícil, encontrar um coelho. Até que procurei em aplicativos e encontrei o meu 1° Coelho que se chama Fred, tive que comprá-lo pois na minha cidade não se doam coelhos.

No dia seguinte atravessei a cidade e fui lá eu atrás daquele miudinho de gente, tão pequeno com 2 meses de vida, lá descobri que não cuidavam dele bem, tratando ele com restos de verduras, rapidamente comprei ração e folhas verdes, comprei os kits de comedouros e por ai começou meu amor.

Aprendi muito, comecei ler e ler todos os dias sobre eles, e sinto como se eu já estivesse vivido em outra vida com o Frederico, somos muito ligados, sempre tivemos essa conexão. Ele é completamente amoroso comigo, ele dispersou um amor em mim que NUNCA imaginei ter por um animal, não esperava que minha vida mudaria tanto com a chegada dele.

Quase um ano depois, e logo após a castração do Fred, eu quis pegar a Cloe, que é a minha fêmea, que desde o primeiro dia se tornou a companheira do meu Fred, ela é ciumenta, brava e podemos dizer que são apaixonados um pelo outro, onde um está o outro está atrás, quando ela quer ela é um docinho, do jeitinho dela, e amo igual.

Eles me ensinam tanto, e desde quando os peguei tento cada vez mais aprender sobre eles, incentivar pessoas próximas que acabei descobrindo que tem coelhos a darem fenos, inclusive sempre doo feno quando conheço alguém que tem coelhos, e essa sou eu, uma Mamãe apaixonada, que mente que eles saíram de mim por que sou mamãe super coruja, eles sempre viveram soltos pela casa toda, tento sempre dar o meu melhor por eles.

E com eles, já consegui influenciar 3 pessoas em minha cidade a adotarem e criarem da forma correta, pessoas que hoje entendem o que é o amor por eles, e eu gritaria pro mundo inteiro, se pudesse, o quão preciosos são, o quão tem a nos oferecer e o quão vale a pena colocarem em suas vidas, não imagino um dia se quer da minha vida sem conviver com eles, e aqui deixo meu relato, tentando da forma mais expressiva possível, para entenderem pelo menos um pouco do quão maravilhoso é a vida ao lado deles!

Com amor, Leticia Gonçalves.